Conheça as 5 curiosidades sobre o leite que mudaram os rumos da humanidade

Descubra as 5 curiosidades sobre o leite, um produto consumido pelo mundo todo e que mudou os rumos da humanidade.

1 - A importância do leite para a saúde humana é assumida desde os primórdios da humanidade. Como afirmou o filósofo Hipócrates, considerado o Pai da medicina, “é um alimento muito próximo da perfeição”. Ele é rico em proteína e carboidrato, principal alimento fonte de cálcio. Para suprir as necessidades diárias de cálcio, a FAO/ONU recomenda consumir três porções de lácteos por dia ou 1000 mg. O ideal é consumir um copo de 200 ml da bebida.

2 - Conforme os relatos dos historiadores, a consumação do leite de origem animal teve abertura no Oriente Médio, com a domesticação do gado. O primeiro animal domesticado foi a vaca, e depois a cabra, provavelmente na mesma época, e posteriormente a ovelha. No Brasil, o começo do leite para ingestão está relacionado ao aproveitamento abusivo do gado durante o período colonial. Mas até o século 19 o consumo de leite não era prioritário, com poucas vacas mantidas para consumo do leite e impedindo que se tornasse um hábito. Mas, nos anos 1930 disseminou-se no Brasil uma nova ciência, a nutrição, que introduziu também a certeza de que o leite de vaca fazia parte dos alimentos básicos mais importantes. Então, estimulado por profissionais da saúde, o governo de Getúlio Vargas divulgou um esforço para melhorar o precário sistema de abastecimento do produto no Rio de Janeiro. 

3 - Conforme estudo publicado pela pesquisadora da Embrapa Gado de Leite, Kennya Beatriz Siqueira, 816 milhões de toneladas de leite são produzidas anualmente no planeta. E essa quantidade tem aumentado ano a ano. Segundo levantamento da rede muncial IFCN (sigla em inglês da International Farm Comparasion Network), o total de leite ingerido no planeta tem crescido, em média, a taxas de 1,2% ao ano. Aqui no Brasil, a indústria de laticínios é o segundo segmento mais importante da indústria de alimentos. O produto lácteo mais consumido no País é o leite longa vida, mas os queijos têm apresentado taxas de crescimento de vendas maiores nos últimos anos, por causa das mudanças no perfil dos consumidores brasileiros.

4 - O esqueleto humano tem duas estruturas: o trabelular (parte esponjosa) e o cortical (parte compacta) e durante a formação dos ossos na infância e na adolescência, as duas partes precisam de cálcio. Com o passar dos anos, parte do esqueleto é remodelada, ou seja, substituída por um novo tecido ósseo, o que mostra a importância do cálcio em todas as fases da vida.

5 - De acordo com o bem-estar físico das pessoas que consomem leite, um artigo publicado nos Estados Unidos dá destaque para o papel do soro do leite, prevenindo a perda de massa muscular conforme o avanço da idade. Já uma nova pesquisa publicada na Nutrition Reviews aconselha que a proteína do soro de leite também propõe resultados positivos em mulheres. Numa análise, de 13 ensaios clínicos, no total, cerca de 500 mulheres na fase adulta, os pesquisadores descobriram que a soma de proteína do soro de leite a uma dieta diária melhorou a composição corporal por pequenos aumentos na massa magra sem mudanças na massa gorda. 

Fontes: Agência Fiocruz, Conselho de Exportação de Lácteos dos EUA (USDEC), BBC Brasil, Embrapa Gado de Leite (Mercado Consumidor de Leite e Derivados), FAO/ONU, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde

 

Veja mais

Cardápio do Dia por Bruna Andrade
Cardápio do Dia dos Namorados por Duda Franco
Cardápio do Dia por Gabriela Vieira