Mão de obra feminina representa 40% do trabalho no campo

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as mulheres compõem 40% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento.

Em 2020, a EMATER prestou Aters para 147.352 mulheres, o que representa 43,4% das 339.231 pessoas assistidas pela instituição, sendo 57.044 mulheres que participaram de atividades específicas a mulheres rurais.

As mulheres têm cada vez mais conquistado seus espaços, e no campo não é diferente, um ambiente de trabalho em que antes as funções das mulheres não eram valorizadas, sendo apenas consideradas ajudantes, hoje se destacam no cultivo e são fundamentais para abastecer a agricultura familiar.

A representatividade feminina no campo vem sendo construída, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido para atingir a igualdade. Por isso, é importante estar ciente sobre o cenário rural nas questões de gênero, e dedicar-se cada vez mais em ações para que mulheres sejam protagonistas, sendo valorizadas como trabalhadoras e agentes de desenvolvimento por seus representantes.

Veja mais

Cardápio do Dia por Bruna Andrade
Cardápio do Dia dos Namorados por Duda Franco
Cardápio do Dia por Gabriela Vieira